Estudante aborda assédio sexual e toques inapropriados em obra impactante

Por

Atualizado em 26/01/2017

Em alguns casos, aquele clichê que diz “uma imagem vale mais do que mil palavras” é bem real. Falando sobre assédio e abuso sexual, nada poderia fazer mais sentido; às vezes, apenas uma imagem é capaz de transmitir a carga emocional dessa violência, embora depoimentos e relatos do tipo sejam denunciados todos os dias, a cada hora.

Por isso, a estudante de Artes Emma Krenzer, de 19 anos, decidiu “ilustrar” as consequências do assédio sexual por meio de uma peça impactante, com a imagem do corpo de uma amiga.

Diferentes graus de toque e de violência

Depois de fotografá-la, Emma pintou, com os próprios dedos, partes do corpo que teriam sido, em tese, tocadas por familiares, amigos, namorados e agressores da vítima. Ela ainda “legendou” cada um desses toques e suas respectivas cores, que indicam a gravidade do assédio. A obra foi criada depois da Marcha das Mulheres, que rolou no último fim de semana, em Washington, nos Estados Unidos.

Legenda dos toques e seus autores

Emma publicou a imagem nas redes sociais, que imediatamente viralizou e ganhou o mundo – com mais de 125 mil compartilhamentos e 300 mil likes. “Fiz este trabalho para visualizar o impacto que um toque tem sobre o indivíduo, como as sensações podem durar”, explicou a jovem.

Sugerir correção

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários