Banda com cantoras transgêneros recupera tropicalismo e estreia show

Fabiano Alcântara

Por

Atualizado em 15/03/2016

Assucena Assucena e Raquel Virgínia, da banda As Bahias e A Cozinha Mineira

José de Holanda/Divulgação Assucena Assucena e Raquel Virgínia, da banda As Bahias e A Cozinha Mineira

A banda As Bahias e A Cozinha Mineira, das cantoras transgêneros Assucena Assucena, Raquel Virgínia e do guitarrista Rafael Acerbi, estreia o show do álbum Mulher nesta sexta (18), no Itaú Cultural, na série Toca Brasil.

Leia mais

“Fizemos apresentações experimentais desse repertório, mas agora estamos com cenário, figurino e tivemos ainda uma preparação corporal para subir ao palco, que cuidou até da posição da nossa mão em cena. É o começo de uma fase mais madura nossa”, adianta Raquel.

O trio, que se conheceu na faculdade de história, na USP, inspira-se na proposta do tropicalismo, de promover o diálogo entre referências do Brasil e de fora, e de procurar quebrar modelos estabelecidos, como o patriarcado. “A gente tinha medo que, por conta disso, houvesse uma estereotipação, e que as pessoas acabassem não vendo a qualidade da nossa obra”, afirma Assucena. “Mas o que vimos foi que a gente acabou funcionando como uma antena parabólica e atraindo outras pessoas que também trabalham essa temática”, ressalta.

Nos shows, Assucena, Raquel Virgínia e Rafael apresentam-se com Carlos Eduardo Samuel (piano e teclados), Danilo Moura (percussão), Rob Ashtoffen (baixo) e Vitor Coimbra (bateria).

Com a banda começando a alcançar repercussão internacional, Rafael vê o projeto como catalisador de um movimento da sociedade. “O disco, que depois de pronto não é mais nosso e sim dos outros, se tornou um elemento encorajador para outras pessoas”, aponta. Queer is beatiful.

SERVIÇO

As Bahias e a Cozinha Mineira
Lançamento do álbum Mulher

Dia 18 de março de 2016 (sexta-feira), às 20h
Duração: 80 minutos
Classificação indicativa: Livre
Sala Itaú Cultural (249 lugares)
Entrada franca (ingressos distribuídos com 30 minutos de antecedência)
Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho
R$ 10 pelo período de 12 horas.
Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural: 3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 a 12 horas: R$ 10.
Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.
Acesso para deficientes físicos
Ar condicionado

Itaú Cultural
Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô
Fones: 11. 2168-1776/1777
atendimento@itaucultural.org.br
www.itaucultural.org.br

Sugerir correção

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários